• Tamanho Letra
  • Imprimir
  • Partilhar  Partilhar
  • Comentar
  • Ler Comentários
Gostou desta notícia?
URL

Luciana revoltada com agente de DjalóA Ferver: 21.8 - 08h Por: Vânia Nunes

Luciana Abreu não gostou de ver Paulo Barbosa, agente de Yannick Djaló, a acusá-la de ter assaltado a casa do jogador e quer agora processá-lo.

"Todas essas questões serão tratadas no sítio adequado, perante a Justiça", revelou a cantora de 27 anos ao CM, escusando-se a fazer mais comentários sobre as declarações do agente do jogador do Benfica.

Susana Coutinho, advogada de Lucy, confirmou esta decisão: "A indicação que temos é para agirmos com uma queixa-crime sempre que se trate de uma situação caluniosa. E, de facto, o que eu posso dizer é que o senhor Paulo Barbosa sabe mais coisas sobre o que se passa do que os próprios intervenientes".

Já o agente do futebolista preferiu não fazer qualquer comentário sobre este assunto. Paulo Barbosa revelou à ‘TV Guia' que "a Polícia Judiciária já esteve na casa do Yannick, fez os testes e identificaram impressões digitais da Luciana espalhadas pela casa".

O agente do ainda marido de Lucy falou ainda sobre a situação financeira da cantora: "A Luciana está desempregada e completamente falida. Ela não tem nada neste momento e, por isso, arranjou uma estratégia para infernizar a vida do Yannick. A Luciana anda sempre a inventar histórias para aparecer. Se não fosse esta novela que está a criar, de certeza que ninguém falava nela".

Recorde-se que a casa de Djaló no Penteado, Moita, foi assaltada há quase duas semanas e o jogador revelou à GNR que suspeitava de Luciana Abreu.

GUERRA PELAS DUAS FILHAS

Desde que tiveram a última discussão, no passado dia 9, Yannick Djaló e Luciana Abreu não voltaram a ter qualquer tipo de contacto. Agora, aguardam decisão judicial quanto à guarda das filhas, Lyonce e Lyannii, de 18 e cinco meses.



Partilhar:

PUB

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A.,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.