• Tamanho Letra
  • Imprimir
  • Partilhar  Partilhar
  • Comentar
  • Ler Comentários
Gostou desta notícia?
URL

Renato Seabra: Juiz ordena entrega de fotos à defesaCarlos Castro: Paixão Fatal: 29.6 - 09h Por: João Santos Matos

A defesa de Renato Seabra voltou a não apresentar ao juiz do Supremo Tribunal de Nova Iorque, numa sessão que ocorreu ontem à tarde, a avaliação psiquiátrica do modelo português acusado de homicídio em segundo grau de Carlos Castro.

O gabinete do procurador de Nova Iorque recebeu mesmo uma ordem do tribunal para entregar à defesa de Renato Seabra um conjunto de fotos da cena do crime consideradas necessárias para uma avaliação psiquiátrica.

A defesa de Renato Seabra devia ter apresentado ontem ao juiz a avaliação psiquiátrica, mas escusou-se, por não lhe terem sido facultados pelo gabinete do procurador todos os elementos necessários.

No final de uma acesa troca de argumentos no Supremo Tribunal de Nova Iorque entre o advogado de defesa, David Touger, e a procuradora Maxine Rosenthal, o juiz ordenou a entrega das fotografias e marcou a próxima sessão para 26 de Julho, na qual deverá ser entregue a avaliação psiquiátrica solicitada pela defesa.

Foi há praticamente um mês que naquele tribunal Renato Seabra ouviu o advogado de defesa apresentar uma moção de insanidade, em que assenta a defesa do jovem acusado pelo homicídio do cronista Carlos Castro (que tinha 65 anos quando foi morto) no Hotel Intercontinental, em Manhattan, a 7 de Janeiro deste ano. Depois de morto, o cronista social foi ainda mutilado nos órgãos genitais, com recurso a um saca-rolhas.

A 3 de Junho, Touger referia ao ‘New York Post' que a sua defesa havia apresentado uma moção para "provar que ele [Renato Seabra] não sabia que o que estava a fazer era errado".

Charles Solomon, juiz do Tribunal Supremo de Manhattan, definiu então o dia de ontem quase como ultimato à defesa, como data de entrega do relatório dos exames psiquiátricos feitos ao arguido. A defesa coloca a tónica essencialmente na prova de insanidade mental.

PORMENORES

MATA CARLOS CASTRO

O manequim português é acusado da morte de Carlos Castro a 7 de Janeiro deste ano, no Hotel Intercontinental, em Nova Iorque.

PRESO EM RIKERS ISLAND

Em Abril, Seabra foi transferido para o complexo prisional de Rikers Island.



Partilhar:

PUB

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A.,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.