• Tamanho Letra
  • Imprimir
  • Partilhar  Partilhar
  • Comentar
  • Ler Comentários
Gostou desta notícia?
URL

Lágrimas e música no adeus a Bernardo Sassetti Êxito: 14.5 - 08h Por: A.M.R.

A morte comove, mas se se trata de alguém jovem, com o carisma e o talento de Bernardo Sassetti, mais ainda. Anteontem, centenas de pessoas acorreram ao velório do compositor, que morreu quinta-feira, aos 41 anos, devido à queda de uma falésia, em Cascais.

Depois do velório (das 18h40 às 21h30), a Basílica da Estrela, em Lisboa, encheu-se para ouvir Pedro Burmester e Mário Laginha interpretarem, ao piano, música composta por Sassetti e algumas peças de que gostava muito.

Durante uma hora, o silêncio foi total e os aplausos – que se prolongaram por mais de cinco minutos – só vieram no fim, às 23h00. Mas depois disso, a multidão não dispersou: cá fora, havia quem chorasse, mas também quem risse, contando histórias que recordam o Sassetti que querem lembrar. Para sempre.

O funeral realizou-se ontem, só para família e amigos.



Partilhar:

PUB

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A.,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.