• Tamanho Letra
  • Imprimir
  • Partilhar  Partilhar
  • Comentar
  • Ler Comentários
Gostou desta notícia?
URL

Sétima Arte: ‘Temos de Falar Sobre Kevin’ Êxito: 28.4 - 10h Por: Sofia Canelas de Castro

O que é que leva uma criança a crescer vil e tornar-se num adolescente monstruoso, que carrega todo o ódio do Mundo? ‘Temos de falar sobre Kevin’ não explica. E é tão tortuoso quanto Kevin (óptimas interpretações de Jasper Newell, em criança, e Ezra Miller, na adolescência), um teenager conturbado que oscila entre a missão de ser o menino do papá (John C. Reilly), que vê nele uma criança encantadora, e o carrasco da mamã (Tilda Swinton), que vislumbra um monstro. Kevin já nasceu estranho, com indícios autistas e psicóticos que se foram aprimorando sem nunca se denunciarem clinicamente. Mas que mudariam toda a vida da família.

TILDA

Paranóico? Terrorista? Psicopata? Kevin pode ser tudo isso. E a ansiedade de encontrar uma justificação inquieta tanto o espectador quanto as fortíssimas interpretações do elenco. Em especial a de Tilda Swinton, aqui no papel da sua vida. É nos ombros dela, na cabeça dela que sentimos todo este pesadelo... ‘Temos de falar sobre Kevin’ é difícil de ver. Mas deixa marcas difíceis de esquecer. 

FICHA

Título original: ‘We Need to Talk About Kevin’

Realizadora: Lynne Ramsay

Elenco: Tilda Swinton, John C. Reilly e Ezra Miller

Produção: Reino Unido / EUA

Duração: 112 minutos



Partilhar:

PUB

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A.,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.